Azeite

1. Todos os azeites com acidez inferior a 1% são classificados como azeite de oliva extra virgem, teoricamente com boa qualidade.

2.  Afirmar que um azeite com 0,4% de acidez, é melhor do que um outro, com 0,6% de acidez, equivale a dizer que um vinho com graduação alcoólica de 13% é superior a outro com 12,5%.Tanto pode estar certo como errado. É importante observar que a acidez não tem relação com a intensidade do sabor. Para ser um bom azeite, é necessário baixa acidez e bom sabor.

3.  A cor do azeite não esta diretamente ligada ao seu sabor ou aroma. O azeite com coloração verde provém da prensagem de azeitonas ainda verdes, enquanto que o azeite dourado provém da prensagem de azeitonas maduras.

4.  É importante observar no rótulo e contra-rótulo dos azeites importados se foi embalado na origem, é garantia de procedência e qualidade.

5.  Dê preferência para azeites embalados em vidros, de preferência escuros.

6. Se você colocar ervas aromáticas, como orégano, alecrim etc., no azeite, obterá um ótimo tempero para saladas.

7. Guarde as azeitonas na geladeira dentro de uma vasilha coberta com água filtrada, sal e uma gota de azeite. Assim, as azeitonas não ficam rançosas.

Azeite de Oliva Extra Virgem

É obtido unicamente do fruto da oliveira, através de procedimentos mecânicos ou físicos, em condições térmicas que não ocasionam alterações do mesmo e que não tenha sofrido outro tratamento que não seja lavagem, decantação, centrifugação ou prensagem e filtragem. Apresenta um aroma e um sabor excepcional e cuja acidez expressa em ácido oléico seja inferior a 1%. Considerado o de melhor qualidade.

Azeite de Oliva Virgem

É obtido da mesma forma do azeite extra virgem, porém apresenta acidez mais elevada, engtre 1% e 2%.

Azeite de Oliva

Os azeites de oliva que não alcançam um sabor perfeito ou contém um elevado grau de acidez são submetidos a um processo de refino. O azeite de oliva refinado não se comercializa como tal, mas sim como uma mescla com azeites de oliva virgens comestíveis – em diferentes proporções segunddo as exigências do merado – para dar origem ao que se conhece comercialmente como “azeite de oliva”.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s